Miriam Furtado Krieger

Cfligiamotta – Qual sua atividade profissional?Faz uso da voz na sua profissão? O que ela, voz, representa na sua atividade profissional.

Sou Advogada com especialização em Direito Administrativo e vinculada ao serviço público, atuo como Consultora Legislativa, na Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina.

Evidentemente que nessa atividade a voz é fator de grande valia para a manifestação do conhecimento técnico. Muito embora nessa função o trabalho escrito seja a rotina, há necessidade de constante troca de idéias com os colegas nas equipes de trabalho, ou mesmo quando a presença dos técnicos junto aos Parlamentares se faz necessário, a atuação é essencialmente verbal.

Além dessa atividade faço parte da equipe de Professores da Escola do Legislativo e esporadicamente participo como palestrante de cursos promovidos pela entidade.

Ainda,paralelamente, sou artista plástica e nessa atividade, embora não pareça, a voz é importante seja para a divulgação do seu trabalho em entrevistas para os diversos meios de comunicação ou para a interação com outros artistas e Órgãos de Classe.

Cfligiamotta – Porque motivo buscou a Fonoaudiologia?

Fui submetida a uma cirurgia de tireóide e, em consequência, houve uma lesão do nervo vocal o que resultou na perda total da voz. Ciente de que poderia ser uma perda temporária, de curta ou longa duração ou, na pior das hipóteses, uma perda definitiva da voz, analisei as possibilidades de tratamento que me foram apresentadas: nova cirurgia, desta vez em procedimento mais simples ou sessões de fonoaudiologia, como tentativa de recuperação.

A cirurgia, a meu ver, seria uma solução mais rápida mas de resultado incerto a longo prazo, devido as técnicas hoje disponíveis. Apostei nesse segundo tratamento por acreditar que se o resultado fosse positivo seria uma cura permanente.

Cfligiamotta – O que a Fonoaudiologia lhe trouxe de bom, benefícios?

A Fonoaudiologia devolveu a minha vida!!! Simplesmente isso… Sem voz teria que reinventá-la.
Percebi que teria que procurar outra forma de exercer a minha profissão e mesmo de ter algum convívio social. A Fonoaudiologia conseguiu a recuperação total do nervo vocal apenas com os exercícios, sem qualquer medicação, e a volta de minha voz aconteceu, para surpresa de todos, em dois meses.

Cfligiamotta – Esse site tem a preocupação aproximar pessoas e compartilhar
informações para o aprimoramento pessoal , bem como, destacar o
trabalho da arte&comunicação e voz., Por favor, deixe seu recado:

Sem voz passei por situações inusitadas, pois afinal a falta de voz é uma deficiência e, como tal, gera as mais diversas reações das pessoas, como pena, exagero na solidariedade, rejeição, impaciência…
Quando há necessidade de comunicação e não temos a “ferramenta” voz, descobre-se que somos dependentes da boa vontade dos outros e, mesmo com a assistência da família e amigos mais próximos, isso é um grande problema, afinal todos têm a sua própria vida para cuidar e um adulto dependente é um fardo a mais.
Essa dependência acontece até para coisas simples como chamar um táxi por telefone (impossível!!!), explicar-se no check-in do aeroporto, comprar algo no comércio, trocar seu horário de médico, solicitar qualquer atendimento em hotel, e por aí vai… é angustiante.
Também, precisei afastar-me de meus amigos – todos “falantes”… Descobri que ir a um shopping se você está “muda” é um tormento, a uma festa ou jantar é constrangedor… enfim, acaba gerando um isolamento, mesmo dentro de casa, pois a comunicação com filhos e marido fica prejudicada.

Ainda considero-me convalescendo, pois passaram-se só dois meses após minha recuperação e, embora não precise fazer mais nenhum exercício vocal, quando fico no vento, no frio ou em ambientes com ar condicionado muito forte a voz tende a ficar rouca, mas não  “desaparece” mais totalmente…
Por tudo isso, passei a valorizar a Fonoaudiologia, pois realmente não tinha a menor idéia do quanto essa ciência é importante na vida do ser humano e o quanto pode contribuir para a sociabilização e a autoestima daqueles afetados por deficiências vocais, além de beneficiar outros segmentos em que atua, como percebi na sala de espera da Clínica, pois há uma diversidade de pacientes com hora marcada – como cantores, artistas de teatro e outros profissionais que buscam o aperfeiçoamento e fortalecimento da voz.
Meu recado para aqueles que de alguma forma precisam submeter-se ao tratamento é que ao começá-lo não esmoreçam, acreditem no resultado positivo que no início parece tão distante e impossível, e priorizem a busca da cura, pois assim ela poderá vir com brevidade. No meu caso, não foi fácil, precisei deixar a família, as atividades profissionais, o conforto da minha casa, a minha cidade, para submeter-me ao tratamento intensivo.
Mas, acreditei nisso, não obstante as dificuldades e valeu a pena!!!
E serei eternamente grata pelo amparo e carinho com que fui tratada por todos na Clínica Ligia Motta em fase emocionalmente tão difícil da minha vida.

CENTRO DE FONOAUDIOLOGIA LIGIA MOTTA - 2012 ©

R. Miguel Tostes, 647/303, Bairro Rio Branco - Porto Alegre
Sede de Cursos: R. Giordano Bruno, 305/101, Bairro Rio Branco - Porto Alegre
contato@cfligiamotta.com.br 51 3330.9675 / 51 9977.1927

CANAIS