Juraci Konarzewski

Minha formação acadêmica é em Ciências Sociais. Estou aposentada pela UFRGS desde 1996. Fazia uso da palavra falada em minha atividade profissional, mas também a usava no canto.

Cantar sempre foi a minha maior paixão. O canto está inserido em minha vida desde menina, quando cantava na escola em eventos especiais. Cresci, novos rumos segui, casamento, filhos, faculdade, profissão, enfim, o sonho de ser uma cantora profissional ficou adormecido, mas a voz não calou.

Sempre que havia uma oportunidade no meio social em que vivíamos era convidada para cantar. No inicio cantava MPB, mas com o tempo fui ampliando o repertorio, pois surgiram convites para cantar em cerimônia de casamentos, musicas clássicas com temas empecias para o evento. Algum tempo depois já fazia parte de um grupo de pessoas que cantava, coral da ACM, paralelo a este grupo, também cantava no coral da Sinagoga da Barros Cassal e do coral da Empresa Bangüê em Esteio.

Em meio a este turbilhão de compromissos, não me sentia realizada, acreditava que poderia fazer algo que trouxesse mais satisfação ao meu intimo. Já cantava musicas portuguesas há tempos atrás, e minha inspiradora e responsável pela minha nova paixão musical, foi a fadista Amália Rodrigues, mas não havia uma dedicação mais compromissada. Essa consciência surgiu quando amigas ouviram o fado cantado por mim e que não conheciam, mas gostaram e logo surgiram convites para algumas apresentações em beneficio a Entidades Sociais. Cantei na PUC, UFRGS, no salão de eventos do Hotel Plaza, na Sociedade Geraldo Santana e o ultimo no Teatro IPE.

Assim surgia o desejo de mostrar meu trabalho, a minha paixão pelo canto, mas agora com um objetivo definido, o Fado, a musica portuguesa, ali eu encontrara a minha real identidade. Ao cantar o fado, sentia todo meu ser em completa sintonia com a melodia, com a historia cantada em cada verso. Com todo esse estimulo surgiu à idéia de gravar um CD independente, a principio com nove faixas de musicas exclusivas portuguesas.

Para que um projeto possa ser executado precisamos de parcerias. Comigo não foi diferente. Busquei parceria com uma pessoa muito especial, Estevão, o violonista, que esteve comigo em todos os momentos, foi ele a pessoa que deu impulso, acreditou e me fez acreditar no meu potencial.

Quando já havia iniciado o trabalho de estúdio, conheci a professora Ligia em uma palestra que estava sendo realizada na Semana da Voz. Naquele momento, ao encerrar o encontro, percebi que precisava dar uma atenção especial a minha voz. Ela, a voz era a ferramenta mais importante que eu possuía, e não estava dando a real atenção que solicitava. No dia seguinte, enviei e-mail à professora Ligia, agradecendo a brilhante oportunidade que me fora dada na ilustração dos cuidados e atenção com a voz. Marquei horário e demos inicio ao trabalho.

Tudo isto aconteceu no ano de 2008. Por motivos de saúde tive que interromper todas as atividades que estavam sendo desenvolvidas. Sofri em setembro de 2008, uma cirurgia um tanto delicado, tumores nos ovários. Minha recuperação foi muito lenta. Houve um comprometimento emocional antes e após a cirurgia. Logo percebi que havia perdido a voz, minha voz cantada não apresentava sonoridade, já não alcançava as notas musicais dos fados. Enfim, o brilho da voz cantada e falada já não existia.

No inicio do mês de julho de 2009, procurei novamente a professora Ligia, estava depositando todas as minhas esperanças em suas mãos, em seu profissionalismo, em sua forma carinhosa de ser. Sou uma grande admiradora, não só da profissional, mas da pessoa amada e dedicada, uma pessoa muito especial. Após avaliação solicitou um exame especifico para identificar se havia danos nas cordas vocais. Procurei o Dr Nédio, com a indicação da professora Ligia. No laudo nada foi encontrado que viesse a comprometer definitivamente a voz, mas será necessário um tratamento mais prolongado para a voz cantada, pois a voz falada já mostra mais sonoridade, menos rouquidão.

Estou mais tranqüila, preciso desenvolver a calma e não perder a esperança de poder voltar a cantar os fados que amo muito. A musica para mim é vida, e a vida é bela. Acredito que muito breve estarei reiniciando o meu projeto de gravar o CD com os fados, e neste projeto não estarei só, estou tendo a felicidade, a dedicação e o apoio da minha amada orientadora Ligia. Sou grata a ela eternamente.

Com seu trabalho estou aprendendo a desenvolver a calma, a percepção de que preciso diminuir o esforço vocal, ampliar potencialidades expressivas, sem falar nas possibilidades de novas descobertas vocais que acredito ser fundamental na vida de uma cantora que deseja ser clara em toda sua comunicação e postura.
O sucesso vem acompanhado sempre do amor e dedicação com o qual nos identificamos em qualquer atividade de nossas vidas.

Acredito que a voz nos foi concedida como uma ferramenta muito importante, e que pudéssemos usar com muita sabedoria. É com ela, falada ou cantada que expressamos os mais íntimos sentimentos de amor, carinho e aceitação. Portanto é de nossa inteira responsabilidade dar mais atenção a essa preciosidade.

02.11.2009

CENTRO DE FONOAUDIOLOGIA LIGIA MOTTA - 2012 ©

R. Miguel Tostes, 647/303, Bairro Rio Branco - Porto Alegre
Sede de Cursos: R. Giordano Bruno, 305/101, Bairro Rio Branco - Porto Alegre
contato@cfligiamotta.com.br 51 3330.9675 / 51 9977.1927

CANAIS